Quem sou eu????

Oi… Vou me apresenta de forma mais direta agora. Meu nome é Michelle sou MÃE DA VALENTINA, uma doce menina “DIFERENTE”.

Valentina Berbert Santos é uma menina linda, sorridente, esperta e com problemas sim, é quem não os tem né, minha filha? Valentina, completará dia 04/01/2016 seus 3 aninhos e para presentear a ela e a mim segue o BLOG: SER DIFERENTE E NORMAL.

Obrigada filha querida, por ter me presenteado ao ser mãe de uma criança meiga e doce como você, me sinto agraciada por Deus pois VOCÊ me escolheu para ser sua mãe.

Vamos lá ao quem sou EU? Ainda estou na descoberta do quem sou EU. Sou uma pessoa em constante construção como todos, mas com uma bagagem dos últimos 3 anos maior do que a construí nos meus 37 anos anteriores. Tenho 40 anos e muito bem “quarentado” com uma super festa para comemorar essa data, mas isso conto em outro post. Bom a Michelle de hoje é uma outra pessoa após o nascimento da Valentina. Essa descoberta é gradativa de acordo com a superação da minha filha e uma nova Michelle se forma a cada dia.

A Michelle é empresária no ramo de chocolates, hoteleira, administradora, pós graduada em MARKETING, MÃE, ESPOSA, AMIGA, COMPANHEIRA E PALHAÇA… Gosto muito da última atividade pois elas me desafoga do ser profissional e mãe e me deixa ver a vida com um pouco menos de DUREZA. A palhaça é para minha FILHA Valentina e as crianças que me rodeiam que consigo resgatar um pouco da pureza da criança que há em mim.

Fui mãe da Valentina aos 37 anos, depois de 10 anos de casados com o Paulo Cesar (vulgo PC) e 01 aborto no começo do casamento, fomos agraciados com a vinda da Valentina. Valentina é um milagre de Deus conduzido pelas mãos do Dr. Marcelo Murata de maringá, especialista em endometriose, fertilização … e etc ajudando as mulheres a realizar o sonho pleno da maternidade.

Bom, tenho uma endometriose gigante o qual me impedia de ser mãe e eu não sabia, achava estranho não engravidar, mas como a maioria das mulheres não presta tanto atenção nem imaginava que tinha a tal da endometriose. Fui parar nesse SANTO médico por conta de vários clientes na loja me indicando, cunhada e um certo “anjo” que chegou um dia na minha loja e disse bem assim: “eu não te conheço mas Deus me pediu que viesse aqui e desse esse telefone a você do DR. Marcelo Murata, que ele vai te ajudar a ser Mãe”. Uiiiii aquilo me arrepiou até o fio de cabelo pois eu queria ser mãe mas não queria ao mesmo tempo, visto que não ia atrás de nada. Quando essa “mulher-anjo” ao qual eu não sei seu nome e a vi somente 1 vez me deu esse recado eu acordei e fui obediente… fui atrás para conhecer o tal médico. Sai de lá esperançosa pois ele foi bem categórico. VOCÊ SERÁ MÃE. Nossa que máximo, sai eu e Marido da consulta felizes e com um ROL de exames sem fim para descobrir o que eu tinha de fato. Depois de vários exames alguns chatísssimos mas necessários, descobrimos que minha endometriose era super alta mas que não detectava nos exames mais simples como ultrassom. Só abrindo para ver que grau estava. Vamos lá para a cirurgia de vídeo… seguimos o projeto com a desculpa de Vamos tratar a endometriose e se engravidar ok.

Ai começou a nossa luta .. Foram 2 cirurgias e muitas injeções me colocando em estágio de menopausa para estabilizar a bendita endometriose que me deixa INFÉRTIL, para quem não sabe a endometriose é foda… sim… nos deixa infertéis e a minha é alta até hoje. Foi uma ano de tratamento mudando a alimentação onde não podia com lactose, glúten, caféina, açucar, bebidas alcoolicas, refris enfim um tormento total afinal eu tenho loja de chocolates…. Tortura total… e ainda mensalmente injeções na Barriga de uma remédio CARÍSSIMO que o dr. conseguiu pelo SUS(sistema único de saúde).

Bom tirando o dia que ele me apresentou essa dieta mega ultra restritiva, que vim chorando de Maringá a Londrina sem parar, o resto tirei de letra. A adaptação foi complicada e rstritiva, mas eu no meu íntimo queria ser mãe e queria que desse certo. Passou o período crítico e o fim de 8 injeções chatas, começamos a super ovulação e a pressão psicológica em cima do marido para comparecer, né amor… Passado os 4 meses de super ovulação e em mudança de residência e sem teto por que vendemos nosso apartamento e o outro não tinha sido entregue ainda…. e nós tentando ter BEBÊ… fomos morar na minha amada sogra (amada mesmo), e engravidei nos primeiros 20 dias de casa da sogra.

Fui tratada com muito amor e com muito cuidado por todos. E veio a Valentina. Que me tornou a pessoa mais feliz e preocupada no mundo.

Logo mais conto a história da chegada da Valentina!!!!

Um super beijo e obrigada pela partilha

 

 

Anúncios

Ser Diferente e normal?

Olá, depois de muito hesitação eis a criação do BLOG. Viva! Posso escrever sobre a diferença no mundo da normalidade anormal. Bom então vou começar me apresentando. Sou Michelle Berbert Santos, mãe da Valentina. Muito Prazer!! Obrigada por me ler.

A Idéia do BLOG é para ajudar a superação das pessoas no entendimento da diferença no mundo tão indiferente mas a razão fundamental deste BLOG é poder AJUDAR a superação das Mães e Pais “especiais” dando dicas, reportagens e assuntos relacionados aos temas sobre a diferença dos filhos ditos normais aos filhos com necessidades especiais.

Por isso seja bem vindo ao nosso BLOG.

Obrigada pela disposição em nos LER e COMENTAR em nosso BLOG.