Arquivo da tag: Inclusão social

Por um Mundo Melhor…

E QUANDO PODEMOS FAZER DIFERENÇA NA VIDA DAS PESSOAS.

Depois que tive uma filha especial, me aflorou vários sentimentos BONS no coração. Passado o tempo da amargura, comecei a ver a vida com novos e brilhantes olhos.

Se a gente já passa de um degrau na escala de evolução do ser humano quando temos filhos, quando se tem um especial que vai demandar de você a vida toda, você ultrapassa alguns a mais.

Muitos valores se transformam em uma velocidade gigante e nos transforma para o bem.

Essa mudança é um questão de querer. Desejar ser pessoas melhores e fazer um mundo mais justo e compreensivo às próximas gerações, depende do nosso desejo.

E nesse querer, Valentina me despertou para várias coisas pequenas mas que são extremamente valorosas. O fato de ter uma filha especial não me faz uma pessoa melhor, mas o fato de valorizar a simplicidade das coisas e querer um mundo melhor para minha filha tem me realizado como pessoa que pode fazer diferença na terra, isso sim me faz melhor, tanto para mim quanto para ela.

São atitudes simples como um “bom dia” com um sorriso no rosto  a quem passa do seu lado me traz alegria no coração.

Desde que Valentina nasceu o meu foco de visão ficou voltado para um mundo inclusivo.

E nessa descoberta, vi que fazendo o nosso pequeno papel podemos ajudar a muitos.

Estou descobrindo as minhas missões na vida, uma delas é trazer luz ao conhecimento das pessoas que ter um filho deficiente não é uma cruz, mas pode ser sua salvação.

Quando temos um filho deficiente, valorizamos o mínimo das coisas e apreciamos o máximo com um desejo intrínseco no coração que o nosso filho possa realizar aquilo.

Não invejamos o outro, apenas desejamos que o nosso possa um dia conseguir o mínimo. E quando damos valor nas pequenas coisas podemos ver a grandeza das situações. Valorar aquilo que é extraordinários as conquistas.

E são nas pequenas atitudes que podemos tornar um mundo melhor. E isso começa em casa para poder aflorar para o mundo. Desde o coletar o lixo e destiná-lo corretamente. Respeitar as vagas exclusivas. Não furar as fila nem os “olhos” de outras pessoas. Alegrar-se com o seu quintal e não desejar viver no quintal do outro. São coisas tão simplistas mas que para algumas pessoas egocêntricas isso é TOO MUCH.

Desde que me despertei a esse mundo especial tenho tomado algumas atitudes pró ativas para melhor a condição de muitos que não as tem. Em casa passamos a recolher os lacres das latinhas de alumínio e a destinamos a projetos que transformam lacres em cadeiras de rodas.

São muitas garrafas Pet´s cheias de lacres (140 un) para transformar 01 vidas. Mas se eu, você, o fulano e a corrente do bem começar a fazer sua parte podemos conseguir. Se cada um fizer um pouco chegamos no muito mais facilmente.

Em nossa loja recolhemos os cupons fiscais que os clientes deixam e doamos a uma entidade que cuida de crianças especiais. Lá eles conseguem transformar o imposto em qualidade de vida pra essas crianças. Vai desde a compra de material, cadeiras, órteses, brinquedos.. e por ai vai.

São as mínimas atitudes que transformam vidas.

Do lixo para a qualidade de vida de muito precisa.

Quando aderimos a nossa credencial da vaga exclusiva, sofri muito e ainda sofro de raiva das pessoas que usam a vaga de idosos ou de deficiente. Tenho vontade de falar poucas e boas, mas como as vezes eu sou impulsivamente agressiva e perco a razão(kkkk) então uso o PROJETO MULTA MORAL que além de ministrar educação à aqueles bons entendedores aos néscios traz um pouco de vergonha. (vejam vídeo abaixo).

E com algumas mudanças e o  desejo querer fazer a diferença podemos fazer a corrente do bem e com o nosso exemplo criar nossos filhos como pessoas melhores para um mundo melhor.

Tenho muito a fazer mas começo com as pequenas que afetam o nosso entorno para que um belo dia as muitas pequenas coisas podem se tornar grandes feitos.

Borá lá fazer um Pouquito ????? …

Um beijo no seu coração

Michelle

Leia também:

Toda inclusão depende de como você olha para ela!

O SOFRIMENTO VEM QUANDO IDEALIZAMOS A PERFEIÇÃO.DIAGNÓSTICO NÃO É DESTINO

Valentina e suas missões!!!!

 

Notas: 

*  Para informações sobre a Multa Moral http://www.acessibilidadenapratica.com.br/multamoral/

** Para informações sobre como doar Notas e cupons Fiscais:  

ILECE – Telefone: (43) 3324-3906 – LAÍS 

*** Campanha Eu ajudo na LATA – Unimed 

http://www.tarobalondrina.com.br/secoes/cidades/2016/08/campanha-eu-ajudo-na-lata-beneficia-instituicoes-com-cadeiras-de-rodas/

REPORTAGEM sobre MULTA MORAL EM LONDRINA

http://www.bonde.com.br/bondenews/londrina/conheca-a-multa-moral-motivo-de-constrangimento-para-motoristas-em-londrina-393013.html

 

 

 

 

 

Anúncios

Não prometa algo a uma criança que você não possa cumprir.

Não prometa algo a uma criança que você não possa cumprir.

Crianças são seres esponjas, assimilam tudo.

Estão atentas a qualquer promessa ou deslize nosso.

O famoso ditado ” Promessa é dívida” deve ter  vindo de uma situação com uma criança. (kkkk)

Quando dizemos a uma criança nossos planos eles criam várias fantasias se tornam ansiosos e impacientes. Todas as expectativas giram em torno da tal promessa.

Um simples levar para tomar sorvete deve ser levado a sério por quem promete.

No caso dos filhos especiais a mesma dinâmica acontece….

Eles desejam.. Criam expectativas.. Não dormem à noite.. Acordam chorando e rangem dentes na madrugada. Ficam ansiosos da mesma forma. A única forma que os diferenciam é a forma como eles expressam seus dissabores.

Falo isso porque a Valentina entende e espera por todas as promessas.

A situação começa a azedar quando ela vê suas expectativas sendo ignoradas.

Pela  sua sagacidade e percepção das coisas, ela sente quando a ludibriamos e “a fazemos” de boba. E isso é terrível emocionalmente.

Alguns dias atrás o Tio Marcelo ligou a chamando para ir ao boliche, mas não falei nada pra ela pois eu não poderia levá-la pois estava trabalhando e por que eu também VI vários obstáculos físicos no brincar de boliche. (Eu inconsciente  estava excluindo as possibilidade para minha filha).

Mas chegando na vovó ela comentou e disse que Valentina também iria. Então o papai foi buscá-la na escola e não falou comentou nada. Ela foi resmungando, chorosa e irritadiça até em casa. Quando ele se tocou sobre o que poderia ser a tal chatice, ele fez a pergunta se ela gostaria de ir.  Ela instantaneamente mudou o semblante, parou a chatice e corporalmente deu um pulo, afirmando sua vontade.

Então ela estava o tempo todo comunicando e expressando que ele queria ir e ninguém falava sobre o assunto. Ela estava demostrando a sua insatisfação e nós não estávamos compreendendo. (E foi especialmente delicioso,  demos a sensação de jogar boliche a ela, lançamos várias bolas e ela amou e  ficou mega felizes e nós também). Obrigada Titio Marcelo pelo programa foi sensacional.

E no Domingo passado eu fiz um comentário no carro sobre a ida ao circo e  acabei me enrolando e não a levei.  A noite ela estava chatíssima  e eu inclusive perdi o meu controle e me irritei com ela. Porém na madrugada ela acordou gritando e rangendo os dentes. Na hora eu conectei as situações.

Eu havia ignorado as suas expectativas quanto ao circo e ainda me irritei, Não fomos nada sensíveis em relação aos sentimentos dela.

Se ela fosse uma criança que falasse ela teria ficado uma sarna atrás de mim falando do circo, que horas iríamos, puxando a minha roupa, tagarelando o tempo todo e etc. MAS… NÃO É .. então precisamos ter mais conexão e atenção aos comentários e o que dizemos perto.

Então devemos nos policiar em  todos os momentos, sobre o que falamos, como falamos e o que prometemos.

Criança é criança independente da situação. Eles agem, fazem e esperam iguais.

NÓS como pais e educadores devemos estar mais sensíveis e antenados as suas respostas que são mais sutis e singulares. No nosso caso Valentina expressa corporalmente muito bem. Ela é uma criança bem feliz quando algo a desagrada ela começa a ficar chorosa e irritadiça mostrando a sua frustração.

Não é fácil estar o tempo todo ligada, antenada e perceptiva a qualquer forma de expressão, porém é lindo poder ter essa conexão a qual desenvolvemos dia a dia.

Toda mudança comportamental é uma resposta. A tal comunicação alternativa começa assim.

É um diálogo ao qual NÓS pais devemos evoluir para entendermos o que eles estão “falando” a nós.

Então com crianças especiais ou qualquer outra criança e adultos também devemos honrar os planos quando prometemos.

O que vemos e escutamos muito são os comentários da boca pra fora que criam esperança nos pequenos. Muitas vezes não entendemos as reações dos nossos filhos demostrando a sua frustração.

As pessoas tem a mania de dizer alguma mentira branca, no intuito de acalmar uma criança, fazem promessas patacoadas que gerarão possibilidades às crianças.

Só que essas falácias da boca pra fora além de decepcionar as crianças também machucam os pais. Além de vermos que existe um frustração em seu filho, temos que apagar o fogo que outra pessoa criou por uma promessa que não será cumprida.

Então espero que possamos estar mais conectados a eles e fazermos promessas coerentes e com intuito de cumprimento para que todos fiquem felizes.

Uma boa semana com promessas devidas e cumpridas..

Bjkas

Michelle

“O significado das coisas não está nas coisas em si, mas sim em nossa atitude com relação a elas.”                                                                                                          ANTOINE DE SAINT-EXUPÉRY

 

E o tempo passou mas o que ficou nos deixa Feliz !!!

passeio-1

E o tempo passou mas o que ficou nos deixa Feliz !!!

E o ano findou  com muitas lutas e várias vitórias e muitoooo aprendizado.

Não foi uma ano fácil profissionalmente, ano financeiro super complicado MAS um ano de ganhos valorosos da nossa Tulipa.

E não poderia deixar de partilhar com vocês o que essa grande menina  tem alcançado.

Valentina teve lesão de parte motora bem grave devido a uma Anóxia neo natal.  Essa lesão é totalmente de cunho motor. Então o ato de falar, comer, segurar a cabeça, andar  e engatinhar não aconteceu ainda na sua plenitude. O caminho é bem estreito e com muitos pedregulhos mas que com muito amor,  paciência e esperança chegaremos lá…

Massss uma coisa sensacional que Deus permitiu que acontecesse , Valentina tem a cognição perfeita… E isso é tremendo …O ato de pensar não exig e esforço motor .. porém  ele determina muitas ações motoras. E isso é uma  baita  benção de Deus, pois muitas das nossas ações vem do pensar, desejar e acontecer. E isso vai fazer muita diferença.

As situações motoras tem ficados MENOS difíceis, isso não quer dizer que elas não existem.. Sim existem  mas quando entra o desejo de acontecer tudo fica mágico e acontecem num tempo diferente.

Hoje em especial me senti extremamente feliz, fui trocar um Tênis que ela ganhou no natal, e a bichinha ficou olhando a loja inteira com o intuito de comprar algo (kkkk), virou consumista, e provei o tênis no número dela e ela ficou olhando para os outros tênis, o da moda , que brilha quando pisa. Então pedi a moça que eu pudesse ver e experimentar nela…Mostrei como fazia se ela batesse o pezinho e em seguida ela tentou o movimento sozinha para ver brilhar.. E eu fiquei encantada juntamente com as moças da loja.  RESULTADO: ganhou um tênis que brilha (KKK) .

O que quero dizer que não podemos simplesmente  aceitar um fato, nesse caso aceitar que ela não vai conseguir fazer brilhar o tênis pois ela tem que pisar e andar..

NÃOOOO,  eu vou dar a oportunidade de ela conseguir bater os pezinhos e brilhar e a cada movimento que ele fizer sozinha verá o tênis brilhar …. E  quem sabe um dia ela  consiga trocar passinhos e fazer o tênis brilhar sozinha…

O plano  de consciência faz todos nós atingirmos coisas inimagináveis…. e com isso que conto!!!  Conto com as bênçãos dos céus… terapias e com toda a força do querer dela…

O ano de 2016 nos trouxe essa dádiva da consciência e do buscar o aprimoramento do querer e cada dia mais tendo consciência do ser que  é tem trilhado seu caminho.

E que muitos tênis de luzinhas venham para a nossa vida….

Muita Luz a todos em 2017!!!!

Feliz ANO NOVO

Bjs Michelle e sua Tulipinha

S.O.S ……….FÉRIAS ………..DA MÃE E DO FILHO

 

Quando se fala em férias para filhos especiais, entramos em colapso nervoso e numa dualidade de sentimentos pois sabemos que a necessidade terapêutica é enorme.

Valentina tem uma rotina árdua de atividades desde seus 45 dias de vida. Vai na Fisio e fono. Depois veio Terapia ocupacional, equoterapia, natação, hidroterapia, estimulação precoce… uiii.. E por ai vai…E a cada ano as atividades aumentam e o cansaço aperta cada vez mais cedo.

Então estipulamos que todo o final do ano (dezembro)  ela entra de férias de TUDO, GERAL… E a mocinha adora a sistemática de férias. Ela entendeu perfeitamente e fisicamente o que é estar de férias.

É gostoso e as vezes dolorido nas atividades necessárias, mas as Férias são sensacionais de ganhos … motores,  cognitivos  e de laços afetivos.

Quando as crianças estão em férias elas simplesmente são crianças e não mais pacientes… E isso é show.. Elas deixam de ter obrigações para apensas ter prazer  no brincar e descansar.

E o mais gostoso das férias é que o simples fato de não ter a rotina, muda toda a sistemática de uma casa. Sentimos mais proximidade, menos pressa e mais NORMALIDADE.

E quando digo normalidade é o período onde me sinto mais próxima das pessoas em geral. Sem cobranças terapêuticas e só curtição. Sei que tudo tem ônus e bônus… então nas férias gozamos do bônus, e quando a rotina voltar correremos atrás do ônus (kkk).

Ontem fiquei tão feliz por um simples tempo para brincar sem ter hora de correr para outra atividade, foi  sensacional ver a felicidade estampada no rosto dela. Estávamos  brincando de LEGO em frente ao espelho. E mesmo eu fazendo inconscientemente  a rotina de alongar as pernas, mudar as mãos para tentar pegar objetos e colocar em pé… Minha Tulipa simplesmente curtia o momento de brincadeiras e interação.

A simplicidade de uma brincadeira, a dedicação em tempo exclusivo, o prestar atenção de como ela se porta com determinadas coisas, me deu um alerta no coração que muitas vezes precisamos pisar no freio e ver que mesmo na descida o carro andará. Eu já havia comentando que ela tem um lado canhoto muito perceptivo e ontem eu pude comprovar mesmo essa tal habilidade que no dia a dia.. passa despercebido.

E o que desejo  passar hoje a todos… PISEM NO FREIO!!!  PRESTEM ATENÇÃO…. os pimpolhos estão sedentos por nós.. mães e pais… E quando pequeno é o tempo de plantio.. para que a nossa colheita seja abundante e sadia…

E para minhas amigas e colegas mamães de crianças especiais: TIREM FÉRIAS com seus filhos. Dêem a eles a oportunidade de ficar A TOA sem atividades.

Se dêem o luxo de ficar deitados no sofá só na passividade.  Esse tempo vai gerar  ganhos PSIQUICOS, MOTORES E COGNTIVOS de qualidade incomparável.

NÓS mães e cuidadoras precisamos nos desligar para que possamos nos  conectar emocionalmente a eles… Não conseguiremos uma comunicação alternativa se estivermos cansadas ao ponto de não conseguir interpretar os olhos, os grunhidos e o corpinho se mexendo tentando nos mostrar algo.

Por isso hoje digo a vocês mamis de plantão…. SE DÊEM FÉRIAS E A ELES TAMBÉM que vocês verão ganhos surpreendentes… Tanto neles quanto em vocês!!!

Um Super beijo…

Boas férias com muita curtição

Michelle

Quando os sonhos se tornam realidade…

Quando os sonhos se tornam realidade…

Temos vivido experiências muito positivas em relação a paralisia cerebral da Valentina.  Posso dizer com categoria que hoje, quase 04 anos de vida dela, estamos mais fortalecidos e encarando a situação totalmente diferente de antes.

O antes tudo era monstruoso, agora estamos na FASE Sherk, o ogro legal.. (kkkk). Existem  ainda alguns monstros que volte e meia nos assusta MAS não nos amedronta mais.

Bom.. quanto aos sonhos se tornando realidade, foi um tema de um post bem melancólico que fiz sobre  a realidade x desejo, naquele momento era o que eu sentia.. e fazia sentido para mim…E Hoje a inveja BRANCA bateu nos meus olhos..

E um dos comentários foi: “ Ahhh como eu gostaria que minha filha fizesse birra em frente a Ri Happy” . E nesse último sábado dia 19/11/16, estivemos fazendo a visita a casa do papai noel e depois fomos à Ri Happy para que ela me mostrasse do jeito dela, qual seria o brinquedo que ela quer. Na verdade eu queria a confirmação, pois por várias vezes ela disse que queria a tal boneca que anda, fala e fecha os olhos para dormir.(kkkk a Peppa Pig  fala assim).

E  ela simplesmente confirmou o que ela vem se expressando há uns 2 meses … Que ela queria A TAL Boneca

E na loja ela viu a baby alive (caríssima por sinal), mas ela quer essa.

Mostramos diversas outras, visitamos todos os corredores da loja, e o pescoço sempre virava em direção ao corredor que ela queria que eu a levasse.

Com muito custo,  muito choro e BIRRA, saímos da loja com uma boneca BEMMMM mais simples . Isso aconteceu depois de mais de 01 hora de estar na loja.. e muito bem explicado as situações e por ques…

Tudo que faço com ela, uso os estímulos sensoriais. Olhar, tocar, sentir cheiros, escutar para que as sensações possam ser aprimoradas. Como sou seus braços e pernas… ajudo nas escolhas motoras… mas nas cognitivas nem as roupas não mando mais.. (kkkkk) .. A escolha é toda dela… em tudo.. Laços, sapatos, roupas.. tudooooo… E  não adianta insistir que tem um gênio bem forte e decidida. (graças a Deus)… O NÃO é bem certeiro..

Um dia a Neuro dela disse que eu iria me surpreender com o cognitivo dela e isso tá acontecendo…. Da maneira dela, ela está conseguindo se comunicar e se fazer entendida.

E quanto a BIRRA, fiquei extremamente irritada e envergonhada na hora, PORÉM MUITO feliz, pois desejei muito isso.

Então hoje o que deixo e digo, Sonhem .. Desejem ..Eesperem pois as situações podem demorar mas acontecem… Borá sonhar!!!!

Boa semana e repleta de REALIZAÇÕES de sonhos…. !!

Bjs Michelle

O Respeito nos deixa FELIZ!!!

O RESPEITO NOS DEIXA FELIZ!!!

Num mundo onde as pessoas visam o egocentrismo, seu bem estar em detrimento ao próximo, o egoísmo prevalecendo e o coletivo desaparecendo resolvemos fazer a diferença para nossa filha e para outros muitos que precisam.

Como já comentei anteriormente, que a vinda da Valentina trouxeram a tona muitos valores adormecidos e novos valores nasceram também junto com as necessidades de um filho especial. O que é de direito adquirido virou motivo de exercício desse direito. O que é respeito virou razão de valorização. E o bem do coletivo virou lema em nossa vida.

Um filho já vem mudar muita a vida de todos que o cercam, mas o filho“ especial” ele muda o coração, ele muda a razão ele ainda tem o poder de transformação. A transformação pode ser positiva ou negativa basta olhar o ponto de vista.

Ou você escolhe ser FELIZ ou INFELIZ para o resto da vida.

Nós escolhemos ser mais FELIZES.

E a nossa escolha em ser felizes exige um alto grau de envolvimento de uma sociedade inteira, pois para sermos felizes precisamos ser RESPEITADOS.

E para sermos respeitados, muitas vezes deixamos outras pessoas fora de sua zona do conforto “egoístico”. (kkk) Esse termo egoístico me lembra muito minha irmã Thais que quando pequena sempre me chamava de egoística, pois essa era uma característica da Michelle. Mas não é mais característica da mãe da Valentina. A velha Michelle está se transformando depois do nascimento da tulipinha.

E como entramos numa vida diferente e FELIZ depois da vinda da Valentina, estamos nos descobrindo que podemos ser pessoas BOAS e Felizes a todos os momentos e ainda ajudando a quem mais e menos precisa.

A vinda de um filho especial abre a visão de mundo por outro ângulo. Temos uma visão do ponto de vista mais baixo por estar sentando ou deitados no chão, ou numa cadeira de rodas. Aprendemos a ver o mundo de outro ângulo.

Enquanto as pessoas correm atrás de muitas coisas e situações fúteis, nós buscamos o simples levantar espontâneo do braço ou o controlar a cabeça que insiste em cair descordenada. Quando acertamos a cabeça no meio podemos dizer que existem as diversas formas de olhar as situações. E quão belo e valoroso é esse olhar.

E quando dizemos que o Respeito nos faz FELIZ são nas pequenas atitudes que nos geram mais felicidade. É você sair na Rua para procurar uma vaga EXCLUSIVA para deficientes físicos e a você a encontrar desocupada e não sendo usada por pessoas que usam das piores desculpas esfarrapadas para se justificar dos seus atos “egoísticos” e desrespeitosos.

Ser FELIZ é quando você num supermercado e vem um desconhecido para te oferecer ajuda.

Ser FELIZ é você ganhar sorrisos sinceros ao invés de olhares superiores e piedosos.

Ser FELIZ é não tratarem seus filhos e a nós como coitados e ainda dizendo que dó dessa criança. Somos FELIZES assim, obrigada não precisamos de dó e sim de respeito. Não precisamos de termos pejorativos e sim de apoio. Não precisamos de olhares piedosos e sim de olhares encantados. Precisamos de olhares AMOROSOS, pois temos percepção aguçada para o preconceito.

Ser FELIZ é ver seu filho sendo tratado como as demais crianças e sendo incluída. É respeitar a limitação física dela sim, mas não esquecendo que ela é uma criança que só precisa de seus braços, pernas e sua disposição para colocar ela na brincadeira e ser divertido aos dois.

Ser Feliz é ver a BELEZA da diferença fazendo a diferença na vida das pessoas. Ver a mudança de valores, conceitos e olhares e despertar o BELO que exista na diferença.

Enfim ser FELIZ é valorizar o outro POR ele mesmo.

E vamos ser FELIZ, viver a diferença e fazer a diferença para alguém.

A mudança de conceitos e valores nos faz mudar a visão da vida e observar o mais belo da mudança: NÓS mesmos.

Uma boa e FELIZ semana a todos….!!!!!!

Beijos Mamãe e Tulipinha

IMG-20151219-WA0092 IMG-20151219-WA0099 IMG-20151219-WA0091 IMG-20151219-WA0101 IMG-20151219-WA0082 IMG-20151219-WA0090 bb 24 bb 26