Imagens

Sou seu Braço e Suas Pernas!!!

Sou seus Braços e Suas Pernas !!!!

A partir do momento que nos tornamos mães mudamos todas as formas de encarar a vida, os fatos e as pessoas.

Medos e forças gestam e nascem junto com os bebês..

E quando o filho nasce, perdemos a identidade e passamos a ser MÃES de fulano de tal e por alguns anos será assim (rsrsr) porém com o tempo a nossa singularidade volta.

As Mães especiais demoram muito mais tempo para se redescobrir. Muitas nem conseguem isso, pois ter um filho especial e dependente não nos permite sermos mais só nós mesmas e sim sempre será a dupla dinâmica mãe x filho.

Nas crianças dependentes as mães são a extensão do corpo desses filho… Somos ouvidos, olhos, braços, pernas e ás vezes o corpo inteiro…. Para que esses seres lindos possam ter as  sensações, prazeres e muitas descobertas.

No meu caso em específico sou braços e pernas da minha princesa e procuro viver a intensidade de tudo. Propicio a ela  momentos e sensações.

Não permito que a deficiência  a limite na vida.

Se ela não consegue por si só, faço as coisas acontecer para ela.

De alguma forma a farei ter as sensações, ser incluída e de quebra ainda NOS divertir e muito.

O ditado aqui em casa é bem pontual: “Se Maomé não vai a Montanha, a montanha vai à Maomé”.

Meu esposo sempre me diz que tenho o complexo de Peter Pan (aquele que o homem que nunca cresce)  kkkk …  Mas sempre digo a ele que tenho muito orgulho de deixar a minha criança aflorar com a nossa filha pois é desta forma que posso apresentar tudo a ela sem ter vergonha de nada e de ninguém. Se não fosse assim com certeza ela não viveria todas as sensações que ela tem .

Entendi que a minha missão é ser seus braços e pernas …Então como missão é missão.. Vamos fazer com maestria.

Não deixo que o diagnóstico nos limite … Usamos ele de aliado para sermos livres e felizes.

Mas toda essa fortaleza  que tento ser também precisa buscar a minha essência como pessoa. Buscar a minha singularidade. Ser um pouco de mais de mim mesma. Tenho sentido falta da antiga Michelle.

E para que essa singularidade aconteça é preciso confiar a nossa tulipa a mais pessoas. E  isso é um grande problema para todas as mães especiais: Confiar cuidados a outro.

Tenho plena consciência que achamos que só NÓS conseguiremos dar conta dos nossos filhos especiais. Achamos que ninguém vai fazer como nós.

Nós que erramos quando pensamos assim, além de nos sugar deixamos de propiciar aos nossos guerreirinhos outros cuidados, outras formas, que alías, podem ser melhores que nós.

Precisamo criar pessoas aos quais confiamos para podermos resgatar as mulheres que ficaram lá atrás. E para que isso aconteça precisamos nos desapegar para dar liberdade ao outro e oportunidade para aprender a lidar com o diferente.

E deixar que sejamos cuidadas também gera qualidade de vida aos nossos pequenos. E isso faz muita diferença.. Mães felizes mantém filhos felizes.

As vezes umas saidinhas de algumas horas fazem bem ao corpo e mente. Traz oxigênio novo a relação.

E para finalizar…desejo que as mamis especiais… DEIXEM as pessoas cuidarem de VOCÊS e de seus filhotes…

E não se culpem … curtem e aproveitem para descansar e recuperar energias para a caminhada.

Um super beijo e um fim de semana com muitos cuidados pra você…

Michelle

 

Anúncios

Quando a felicidade é festejada …

dscn5160

Quando a felicidade é festejada  …

Dias atrás realizei mais um momento mega delicioso na nossa vida. A comemoração de mais um aniversário da nossa Tulipa.

Em meios aos preparativos e a contagem regressiva para  o  dia da festinha, fiz altas reflexões sobre fazer aniversário..

Aniversário é tempo de reviver as alegrias e dores. Hoje partilho mais as alegrias pois  as dores já passaram e as feridas já cicatrizadas que deram um lugar a uma nova pele… Um novo olhar.

A cada aniversário me recomponho e renovam as forças e esperanças.

Fazer aniversário é comemorar as conquistas. É celebrar os amigos, é dar risadas e curtir a nova fase que se inicia.

Olho pra trás,  há exatos 04 anos vejo que sofri por muitas coisas que não aconteceram, sofri por antecipação a toa. Me PRÉ ocupei de situações que eu nunca vivi e acredito que não viverei. Estressei  e  envelheci antes da hora.

Hoje consigo estar mais centrada e olhar a nossa realidade com mais leveza  consigo curtir mais minha filha, dar risada das situações inusitadas e olhar os momentos sem LENTE de aumento.

O fazer aniversário traz marcos na Vida de qualquer pessoa. E esse marcos precisa ser festejado. No caso de crianças com PC temos marcos diferente em tempos diferentes que MERECEM ser VIVAS mais ainda. Quando temos um diagnóstico, muitas vezes somos tolhidas pelas condições, mas qualquer ganho deve ser comemorado.

E a minha tulipa pode perceber o quanto ela é amada e querida, por todas  as mensagens dedicadas a ela no Facebook e no grupos de whatsup. Li uma a uma para ela coloquei todos os aúdios para que ela pudesse escutar as VIBES e DESEJOS mais sincero dos amigos, desconhecidos e amigos-virtuais.

E foi muito emocionante ver a reação dela a cada demonstração de carinho.

Não é simplesmente  fazer uma festa de aniversário, é sim um momento único de poder sentir vibrações novas, descobrir sensações e  enxergar novos progressos.

E fiquei tão feliz com o resultado da festa que estavam 5 grupos de amigos : Amigos da escola, Amigos da Barriga, Amigos do Condomínio,  Amigos das Terapias e Família.  Todos num só espaço comemorando a VIDA da nossa Tulipa e isso deixou meu coração extremante feliz e grato por tudo que a vida tem nos proporcionado. E por todas as pessoas que entraram em nossa vida de uma forma ou outra para que fizessem história dentro da nossa história.

Sou grata a Todos e a Tudo !!!!

Uma BOA Semana exalando ares de Felicidades!!!

Bjs Michelle

15871646_10205890401858782_19191000216308052_n 15940656_10205890405178865_6122995056721372792_n 15895305_10205890402258792_9182822706726524404_n 15826421_10205890406538899_7322425932573668483_n 15826378_10205890406218891_3479593351831356187_n dscn5255 dscn5181 dscn5335

E a mudança começa em nós !

E a mudança começa em nós !

Sempre escutei as pessoas falando que ninguém consegue mudar a outra e que a mudança começa em nós mesmos. E constatei a veracidade nisso.  Nós não mudamos os outros, nós mudamos a NÓS mesmo e influenciamos de forma positiva o MUNDO e as PESSOAS que nos rodeiam.

Quando um filho especial chega em sua vida e você está totalmente despreparada para a vinda dessa surpresa, você se depara com o seu total e real ser. Aquele ser humano egoísta, medíocre e cego. Quando Valentina chegou, chegando e abalando todas as estruturas fincadas na areia que eu tinha(kkk) ela me derrubou no chão e fui a nocaute total. Vários rounds e eu não conseguia me levantar e dar um soco na ignorância e eu ficava deitada no tatame só chorando a minha dor.

Essa auto piedade que odeio, que todo ser humano usa a seu favor de alguma forma. Me fez refém dela. Queria na verdade que o mundo olhasse a minha dor, mas eu não queria olhar. Queria que os minutos voltasse para que eu pudesse fazer uma nova escolha.

Eiiiii oiiiii, Michelle o mundo não para viu, mocinha mimada.

Passado o tempo pude entender isso. Mas depois de muito choro e dor no meu tatame.

Lágrimas deram lugar a força.

A projeção futura deram lugar a vivência do presente. E a dor deu lugar a esperança.

Mas a vivência desses momentos foram extremamente importantes para que eu pudesse trilhar o meu caminho. O choro, a dor, a insegurança e outros sentimentos negativos, passam a dar espaço aos positivos.

A esperança e o amor incondicional passam a ser o combustível para minha vida.

A vivência plena da dor e do luto do filho ideal, fazem a elaboração racional e emocional do ser. Quando eu digo vivenciar a dor é realmente sofrer, chorar, xingar, brigar com Deus, brigar com o mundo para que a mudança começe acontecer.

E não adianta culpar o mundo pelas suas dores. O perdão próprio é o princípio da cura.

Quando aceitamos e mudamos a visão e foco, mudamos a nós mesmos e conseguimos mudar o mundo ao nosso redor por osmose.

Querer fazer alguma diferença?  Faça você primeiro, não espere ninguém… Quer mudança? .. Mude a sua forma de ver as coisas. E as pessoas ao seu redor também mudarão de forma tão sutil e linda que você vai olhar para trás e nem vai mais ver aquele ser humano que você era.

As mudanças só ocorrem quando permitimos que mudemos a Nós mesmos.

A alegria da mudança de vida, valores, formas de encarar, olhar o lado positivo é a diferença para a vida ser mais FELIZ e menos PESADA.

E borá se MUDAR e deixar o mudanças nos outros a cargo do Universo, e ele conspira bem positivamente quando mudamos a forma de encarar as coisas.

Que venham muitas conspirações positivas.

E viva o reposicionamento da vida….

Uma boa semana a Todos.

 

bb2 IMG-20140812-WA0001 Férias - 2015 - Praia do Forte 078 Cópia de Férias - 2015 - Praia do Forte 143 Cópia de Férias - 2015 - Praia do Forte 079 bb 15

 

 

 

 

 

O Respeito nos deixa FELIZ!!!

O RESPEITO NOS DEIXA FELIZ!!!

Num mundo onde as pessoas visam o egocentrismo, seu bem estar em detrimento ao próximo, o egoísmo prevalecendo e o coletivo desaparecendo resolvemos fazer a diferença para nossa filha e para outros muitos que precisam.

Como já comentei anteriormente, que a vinda da Valentina trouxeram a tona muitos valores adormecidos e novos valores nasceram também junto com as necessidades de um filho especial. O que é de direito adquirido virou motivo de exercício desse direito. O que é respeito virou razão de valorização. E o bem do coletivo virou lema em nossa vida.

Um filho já vem mudar muita a vida de todos que o cercam, mas o filho“ especial” ele muda o coração, ele muda a razão ele ainda tem o poder de transformação. A transformação pode ser positiva ou negativa basta olhar o ponto de vista.

Ou você escolhe ser FELIZ ou INFELIZ para o resto da vida.

Nós escolhemos ser mais FELIZES.

E a nossa escolha em ser felizes exige um alto grau de envolvimento de uma sociedade inteira, pois para sermos felizes precisamos ser RESPEITADOS.

E para sermos respeitados, muitas vezes deixamos outras pessoas fora de sua zona do conforto “egoístico”. (kkk) Esse termo egoístico me lembra muito minha irmã Thais que quando pequena sempre me chamava de egoística, pois essa era uma característica da Michelle. Mas não é mais característica da mãe da Valentina. A velha Michelle está se transformando depois do nascimento da tulipinha.

E como entramos numa vida diferente e FELIZ depois da vinda da Valentina, estamos nos descobrindo que podemos ser pessoas BOAS e Felizes a todos os momentos e ainda ajudando a quem mais e menos precisa.

A vinda de um filho especial abre a visão de mundo por outro ângulo. Temos uma visão do ponto de vista mais baixo por estar sentando ou deitados no chão, ou numa cadeira de rodas. Aprendemos a ver o mundo de outro ângulo.

Enquanto as pessoas correm atrás de muitas coisas e situações fúteis, nós buscamos o simples levantar espontâneo do braço ou o controlar a cabeça que insiste em cair descordenada. Quando acertamos a cabeça no meio podemos dizer que existem as diversas formas de olhar as situações. E quão belo e valoroso é esse olhar.

E quando dizemos que o Respeito nos faz FELIZ são nas pequenas atitudes que nos geram mais felicidade. É você sair na Rua para procurar uma vaga EXCLUSIVA para deficientes físicos e a você a encontrar desocupada e não sendo usada por pessoas que usam das piores desculpas esfarrapadas para se justificar dos seus atos “egoísticos” e desrespeitosos.

Ser FELIZ é quando você num supermercado e vem um desconhecido para te oferecer ajuda.

Ser FELIZ é você ganhar sorrisos sinceros ao invés de olhares superiores e piedosos.

Ser FELIZ é não tratarem seus filhos e a nós como coitados e ainda dizendo que dó dessa criança. Somos FELIZES assim, obrigada não precisamos de dó e sim de respeito. Não precisamos de termos pejorativos e sim de apoio. Não precisamos de olhares piedosos e sim de olhares encantados. Precisamos de olhares AMOROSOS, pois temos percepção aguçada para o preconceito.

Ser FELIZ é ver seu filho sendo tratado como as demais crianças e sendo incluída. É respeitar a limitação física dela sim, mas não esquecendo que ela é uma criança que só precisa de seus braços, pernas e sua disposição para colocar ela na brincadeira e ser divertido aos dois.

Ser Feliz é ver a BELEZA da diferença fazendo a diferença na vida das pessoas. Ver a mudança de valores, conceitos e olhares e despertar o BELO que exista na diferença.

Enfim ser FELIZ é valorizar o outro POR ele mesmo.

E vamos ser FELIZ, viver a diferença e fazer a diferença para alguém.

A mudança de conceitos e valores nos faz mudar a visão da vida e observar o mais belo da mudança: NÓS mesmos.

Uma boa e FELIZ semana a todos….!!!!!!

Beijos Mamãe e Tulipinha

IMG-20151219-WA0092 IMG-20151219-WA0099 IMG-20151219-WA0091 IMG-20151219-WA0101 IMG-20151219-WA0082 IMG-20151219-WA0090 bb 24 bb 26

 

E o Papai me aceitou !!!! Viva o PAPAI PC!!!

E o Papai me aceitou !!!! Viva o PAPAI PC!!!

Esse é um post para muitos HOMENS com H maiúsculo que em momento algum largam suas companheiras por conta da vinda dos filhos especiais.

DEDICO-te PAPAI PC.

PC sempre desejou ser pai. E de menina, nos seus desejos inconscientes (kk). Sempre os olhos brilhavam mais por uma menina do que um menino. E de fato ele é mais pai de menina mesmo.

Ele tinha muita vontade de ser pai e por conta dessa vontade, me botou pressão e me deu ultimato. QUERIA UMA FAMÍLIA.

Imaginem só estávamos com 10 anos de casados, sem filhos, com uma rotina a dois pré estabelecida, casa em ordem, baladas, boteco, cinemas, som alto, assistir jornal nacional, deter o controle remoto. e etc…. Achava mesmo que nem ia ter filhos… Estávamos num sossego só.

Mas a Paternidade bateu bem forte nele e a minha idade (36 anos) já deixariam as coisas mais complicadas e assim o foi. Para entender o que houve leia o Post “E Valentina nasceu..”

Mas enfim, engravidamos, depois de uma luta travada contra a endometriose

PC me mimou bastante, conversava com a barriga, fazia carinho.

Quando chegava em casa a festa na barriga começava. Valentina pulava quando ela escutava a voz dele chegando a casa. Era algo fantástico, tanto que até hoje quando ele chega mais tarde do que o habitual, ela escuta o barulho do chaveiro dele, mesmo estando no berço quase dormindo, fica esperando ele dar um “cheiro” nela e fazer companhia no soninho.

O PC era o companheiro das cólicas. Valentina choravaaaa muito. Só das 18 às 21h com choros ininterruptos e diários por três meses. Então ele chegava do trabalho e já a pegava, pois eu já estava exausta. O papai era o remédio da cólica.

Foram esses momentos que ele desenvolveu uma relação linda com ela. Os primeiros balbucios foram para ele, numa conversa fiada, que nos fazia rir pela beleza da comunicação e interação. Valentina batia altos papos com ele.

A mesma atitude da barriga ela faz com ele quando eles se conversam. Ela fica pulando.

O papai PC tinha um sério problema com o COLO, e ainda tem. Por conta de estar muito tempo fora de casa ele queria ficar com ela no colo o tempo todo. Ele queria niná-la no colo e eu queria niná-la no berço. Ele então pegava a sua cerveja e ficava balançando a Valentina por 1 ou 2 horas ás vezes. Isso gerou um stress que conto futuramente.

Mesmo estando no trabalho ele procurava se inteirar sobre o que estava acontecendo com ela e quando chegava á noite queria o relatório completo das atividades… (kkkk)

Quando descobrimos o diagnóstico da Tulipa, fiquei muito apreensiva com a situação e com muito medo de ele nos deixar. É muito recorrente isso, vejo muitos casos de abandono de lar por conta de não aceitação. Esse medo ronda todas as mães especiais.

É mais fácil um Homem se eximir das responsabilidades.

Tive medo de não ter o SUPORTE emocional e físico por que financeiro ele jamais deixaria que nos faltasse nada. Aliás, tiro o chapéu para ele no quesito finanças. Ele é uma pessoa super correta, controlada, pé no chão e com um caráter irrepreensível. Ele se rebola, busca alternativas, faz bicos e se vira nos trinta para nos dar tudo do Bom e Melhor. Quesito admirável no papai PC.

No momento de crise emocional, ele sofreu e ainda sofre calado com as situações incontroláveis, mas ele é muito mais otimista do que eu. Sempre vê o lado bom das coisas.

Alguns outros adjetivos podemos dar ao papai PC: companheiro, amigo, trabalhador, honesto, inteligente, homem de princípios e bom caráter. Enfim, acho que VALENTINA escolheu ele muito bem( Kkk). E eu também.

Mas ele não é só Muralhas não. Teve seus momentos ABISMOS: Viveu seu luto, teve culpas, culpou alguns mas sempre OLHA para a Valentina e vê que vale a pena.

Em tempos de atrocidades em relação às famílias, por conta do egoísmo, imaturidade, falta de sensibilidade, desafeto e desamor, podemos dizer que o papai PC foi e é para Valentina um SUPER PAI. O PC não é aquele cara que se derrete todo, tem o AMOR EFETIVO como forma de expressão. Mas do jeito dele ele nos AMA com o o seu melhor.

Obrigada Papai PC por ter amado a nossa menina incondicionalmente e ser apoio nas piores horas.

Obrigada papai POR TER ACEITADO a diferença e fazer a diferença para a Valentina. !!!!

E Viva o Papai PC!!!! E muitos OUTROS PC´S que vivem esse mundo diferente….

Beijos com muito amor da Mamãe e nossa Tulipa

papai e bb4 papai e bb5 papai e bb3 papai e bb2 papai e bb1 papai e bb 20150726_113552 20150904_212348 Cópia de IMG-20150101-WA0014

É Pique!!! E Viva é para Nós Todos

Parabéns minha filha querida HOJE é o seu DIA e nosso também. O aniversário é seu mas quem realmente ganhou PRESENTE somos nós, né Papai?

Hoje é um dia alegre e de muita felicidade pois foi o dia que DEUS escolheu que você chegasse, a esse exato momento há três anos atrás estava sentindo as piores dores da contração, apertando meu esposo doidamente, pois na sala de avaliação, estavam eu e mais 4 gestantes sendo avaliadas e aguardando liberação de quartos, pois foi virada de Lua e a maternidade estava entupida. Elas estavam muito nervosas, o meu esposo apreensivo e minha mãe com os olhos arregalados. As futuras mamães estavam muito nervosas e de partos ainda inderminados e SÓ eu de escolha pelo parto normal então não queria assustá-las com a dor, mas que eu tinha vontade de gritar ahhh tinha.. Até achava que eu ia fazer escândalo pois sou “over” as vezes.. (kk). Mas nada me comportei como uma Lady. Nos momentos que eu andava pelo hospital com o PC todas as enfermeiras já sabiam que eu era a moça Parto Normal, a gente andava pelo corredor e elas vinham nos parabenizar. Por que a cesárea impera e quando existe um parto normal as enfermeiras ficam vibrando.

Irei discorrer sobre essas escolhas dos partos mais para frente.

As 11:56h do dia 04/01/2013 veio a nossa PRINCESA com 3,450 kg e 47 cm … Uma bebezona, linda, de negros cabelos e muito, mas muito cabelo. Nessa hora entendi por que a médica do ultrassom me falava nos exames: “Nossa Michelle mas a Valentina é muito cabeluda, os cabelos balançavam enquanto ela mexia na barriga”….Caracaaaa  realmente a bichinha era cabeludisssssima. Aos 10 meses ela já havia cortado cabelo 4 vezes. No dia seguinte que acabou a quarentena a levei no salão só que antes eu já havia usado a máquina do papai de barba para cortar um pouco (isso era bem divertido).

E hoje comemoramos o seu NASCIMENTO filha!!!!!

Mas Valentina tem duas datas no meu coração. O dia 04 e dia 18 pois esse foi o dia que a levamos embora. O dia realmente que pude dar o primeiro banho nela, deitar ao lado dela e tirar fotos, pude contemplar a sua beleza a tocando sem medos, pude colocar ela para tomar um sol em cima da minha barriga e com o ouvido no meu coração, o dia que pude passar a pomada BEPANTOL para assadura (cena cômica está, pois fui tentar abrir a tal pomada e eu destampava e o trem não saia, apertava, apertava até que o lacre transparente estourou e foi pomada pelo quarto inteiro kkkkk e hora que eu vi a Valentina kkkk tinha pomada no cabelo, rosto nariz… olha a pérola de recém mãe kkkk) foi minha primeira cena engraçada com ela.. Inclusive a marca da pomada oleosa está no teto até hoje, eu olho diariamente e dou risadas e penso ohhhhh juvenil…

Gravidinhas… as pomadas tem um lacre invisível…. cuidado !!!! (kkkkk)

Tive o prazer de dar o primeiro banho na minha filha, ah que sensação boa!!!!! Não tive medos, nem receio mas acho por que tive um intensivo durante 8 dias na UCI de como trocar fralda, dar leite no copinho, banho e etc…E tinha uma VONTADE gigante de tê-la em meus braços, sentir que era minha e nunca mais precisar de passar pela angústia das mães de UTI.

Esse tempo de hospital me traumatizou muito até de passar em frente ao hospital me dava arrepios. Fui visitar a minha amiga Talitha quando nasceu o seu filhote Gael, foi uma luta travada contra mim mesma, fui chorando de casa ao hospital. PUNK!!! muito Hard!! Mas passou .. Ainda me angustio quando falo mas vai passar.. O tempo vai curar essas dores emocionais…

Enfim dias FELIZES com turbilhão de sentimentos borbulhando.

Parabéns minha FILHA pelos 3 anos de LUTAS E  VITÓRIAS. Obrigada pelo despertar em mim do SER MÃE, da mudança e evolução do meu ser. Obrigada ANJO DE LUZ, Tulipa do Meu Jardim !!!

TE AMO do tamanho do mundo… ahhh não do Tamanho do Universo…

Um super beijo da Mamãe e do Papai